fbpx

A proposta da oficina será uma vivência na arte da capoeira angola contemplando suas particularidades, desde o movimento corporal até a musicalidade. Temos a intenção de trabalhar de forma lúdica, um movimento de resistência de suma importância na construção da cultura Brasileira. Esta que abrange luta, dança, e jogo, sem faltar a “mandinga” e a “malandragem”.
Diante da tentativa de desconstrução machista do mundo contemporâneo, principalmente em se tratando de um luta, a nossa proposta enquanto mulheres é provocar uma roda de conversa sobre o olhar feminino dentro da arte da capoeira, e todas as formas de empoderamento que essa prática pode nos oferecer.

Ministrantes: Alice Hammerschmitt da Veiga (Maravilha) e Denise Oliveira de Souza (Gata)

Duração: em média 1 hora

Participantes: Encontro aberto a todas as idades e gêneros, sem limite de participantes.

Atrações relacionadas

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

COMUNICADO OFICIAL